(41) 3030-9090   (41) 3525-2355 (41) 3071-3535 (41) 3888-6777 atendimento@jbaimoveis.com.br

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Faça a manutenção certa na sua casa de praia

07:00

Compartilhe!
Estrutura

1. Aço deverá receber pinturas especiais contra a corrosão ou ainda pode-se optar pela utilização de aços do tipo patinável, em que a própria ferrugem protege o material da corrosão;

2. No caso de vigas e pilares, o aço deve ser galvanizado para evitar desgastes rápidos.



Telhado

1. Para evitar que as chuvas de vento formem pontos de infiltração, o ideal é que o desenho do telhado não forme calhas internas;

2. Beirais também são bem-vindos.

3. O material que será utilizado no telhado varia de acordo com o estilo arquitetônico da construção. Caso você utilize telhas cerâmicas, recomenda-se usar impermeabilizante para diminuir o efeito da cristalização dos sais de areia, que gera esfarelamento do acabamento. Se a opção for pelas telhas de concreto, utilize aquelas com acabamento gloss (camada de verniz acrílico), que garantem um telhado limpo por mais tempo. Já nas casas com coberturas planas, pode-se utilizar as telhas de fibrocimento sem amianto, lajes impermeabilizadas, com uma camada de argila expandida que proporciona melhor conforto térmico, ou ainda, telhado verde.



Revestimento

1. Geralmente, a tinta na praia dura menos tempo por conta da maresia. A manutenção dessa pintura deve ser de dois em dois anos para as paredes e anual para as partes metálicas como grades e esquadrias.

2. O ideal é comprar tinta acrílica, que custa cerca de R$ 50 o galão. Já no metal, o esmalte sintético é a melhor opção e custa por volta de R$ 70 o galão;

3. Quanto ao revestimento externo, com a grande umidade o ideal é usar cerâmica ou pedras.



Janelas e portas

1. As portas devem ter ventilação sempre, uma vez que as casas de praia e campo passam muito tempo fechadas. De preferência, até as portas dos armários e guarda-roupas devem ter recortes para ventilação;

2. Material ideal para janelas é o alumínio, que devem receber coberturas de proteção específica contra maresia e umidade;

3. Atualmente, se evita madeira por causa da sustentabilidade, mas se sua casa já tiver portas e janelas de madeira, passe verniz naval;

4. PVC também pode ser utilizado nas portas e janelas da casa de praia ou campo.



Tinta

As tintas acrílicas aplicadas em paredes externas em regiões litorâneas duram cerca de três anos. Indica-se o uso de tintas emborrachadas e elásticas, com base elastomérica, que são específicas para ambientes externos e, no litoral, têm durabilidade de cinco a seis anos. Para espaços internos, você pode investir em acrílicas semibrilho, que amenizam visualmente a ação da maresia e têm boa resistência. O tecnocimento também é adequado para paredes internas.



Piso

Os mais adequados são os porcelanatos (tipo gloss, ou seja, com uma camada de proteção contra riscos e manchas), com acabamentos foscos. Sugere-se que sejam utilizados aqueles com tons “manchados”, que disfarçam a presença constante de maresia e areia. Também é indicado o piso de tecnocimento, que tem boa resistência ao risco.



Esquadrias

Os materiais mais utilizados para esquadrias são madeira, alumínio e PVC. A madeira, cujo uso é cada vez menor, garante ótima vedação, mas exige mais manutenção, já que é necessária aplicação de verniz ou stain (outro tipo de acabamento para a matéria-prima) anualmente. Caso você queira pintá-la, lembre-se de utilizar um fundo para protegê-la. Para as dobradiças, que devem ser em inox para evitar a degradação causada pela maresia. Esse é o tipo de esquadria que permite o maior tipo de personalização.



Outros

1. No caso dos elementos de fixação, como parafusos, é mais recomendado usar o latão ou o aço inox, que resistem melhor à corrosão;
2. Luminárias externas, ralos, grelhas e canos que não sejam compostos por ferro também são mais recomendados.




Fonte: Pense Imóveis

0 comentários:

Postar um comentário