(41) 3030-9090   (41) 3525-2355 (41) 3071-3535 (41) 3888-6777 atendimento@jbaimoveis.com.br

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Transformando a casa com tintas

07:00

Compartilhe!
Quer renovar a casa em dois dias e sem gastar muito? Brinque com as cores! Elas mudam completamente a cara de um ambiente e não custam uma fortuna. Quer saber como? Vamos lá!

1. Como escolher as tintas?

Escolher a tinta certa é fundamental para o acabamento desejado: prefira o acrílico fosco para paredes em geral, que mostram menos imperfeições, são mais resistentes e de fácil limpeza. Elas também podem ser usadas em cozinhas e banheiros (mas nunca dentro de box). Apesar de ser uma tinta um pouco mais cara, vale a pena o investimento.


A parede branca (à esq.) virou cinza (à dir.). Reparou como a cor transformou completamente este quarto. Foi decorado pela arquiteta Beatriz Dutra . Fotos: Evelyn Muller/Gui Morelli


2. Quem disse que porta tem que ser branca?

As portas, normalmente, são brancas ou de madeira. Mas tanto elas quanto os rodapés ficam lindos nas mesmas cores das paredes, pois não se destacam, ampliam o ambiente e dão vida aos móveis, quadros e objetos. Se você quiser ouar, não tenha medo de pintar portas com cores vibrantes, tornando-as um elemento de decoração que se destaca. Para as portas é indicado pintar com laca, tinta PU ou tinta esmalte.

Nesta imagem já vemos a porta como destaque da decoração. Foto: divulgação/Studio PRS Interiores

3. Móveis também podem e devem ser pintados!

Outro truque bacana é pintar os móveis. Uma peça desgastada se transforma com uma excelente lixada e uma cor legal. A tinta ideal para móveis é a laca ou esmalte sintético (com spray ou rolinho). A laca ou spray têm um acabamento melhor.

Neste projeto de Neza Cesar, as paredes têm tons neutros, mas os móveis são vibrantes. Foto: Evelyn Muller


4. Neutro com graça

Já te falaram que neutro é sem graça? Provavelmente, sim! Sabe de nada, inocente! O neutro dá um super contraponto para as peças de destaque, podendo deixar o ambiente, por incrível que pareça, super jovem.

A cozinha integrada com a sala tem paredes brancas, que dão mais destaque ao mobiliário. O projeto é do designer Marcel Steiner

5. Cores com sobriedade

O uso de cores varia muito de região para região. Lugares mais ensolarados, as cores vibrantes predominam na decoração; lugares urbanos. as cores acinzentadas são as preferidas. É legal deixar de lado essas tendências. Para quem ainda não consegue, usar cores com ar sóbrio é o ideal, mas sem ficar sem graça.

Neste espaço a cor verde puxada para o cinza traz vida, mas não deixa de ser um ambiente sóbrio. Foto: Divulgação/Triart Arquitetura

6. Novo clássico

Você está numa casa ou apartamento cheio de molduras clássicas e não aguenta mais? Quer algo mais moderno? Coloque cor nisso tudo! Você vai transformar seu ambiente. Vai deixá-lo novo e moderno. Se quiser algo mais aconchegante, use cores menos vibrantes. Mas se quiser algo descoladíssimo, abuse dos tons escuros. Fica lindo!

As molduras pintadas de preto trazem modernidade para as paredes. Foto: divulgação/Nelson Kabarite

7. Pintura uniforme por quê?

Uma ideia muito legal e ousada é fazer o efeito ombré na parede, termo usado para um tipo de pintura que parece um sombreado. Ela começa escura e vai clareando lentamente. Ou feita em faixas, indo das mais escuras para mais claras e vice-versa.

Efeito Ombré, este pode ser usado nas cores que desejar. Foto: divulgação/Ibratin

Dica de moda


A cor eleita para 2017 é um tom de verde, chamado “greenery”. Ela influencia a moda e a decoração em todo o mundo, mas vale só como referência, ok? Não saia pintando a casa inteira com ela. Não curte verde? Tudo bem! Ignore a moda e use as cores que fazem você se sentir bem.

Fonte: Casa de Viver

0 comentários:

Postar um comentário