(41) 3030-9090   (41) 3525-2355 (41) 3071-3535 (41) 3888-6777 atendimento@jbaimoveis.com.br

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Iluminando os ambientes

07:30

Compartilhe!

Um bom projeto arquitetônico ou de decoração está, invariavelmente, ligado a um bom plano de iluminação. Na decoração, o ideal é ter o layout de cada ambiente definido e uso que esse ambiente terá. Dessa forma é possível saber o que e como iluminar de forma funcional e bonita.
A escolha da lâmpada mais adequada para cada uso e ambiente influencia diretamente no conforto visual. Quatro tipos de lâmpadas são os mais usados em áreas residenciais: incandescentes comuns e halógenas, fluorescentes e de LED. É importante levar em conta a temperatura de cor da lâmpada. Para residências aposte sempre nas cores quentes (amareladas) pois deixam os ambientes mais aconchegantes.
Nas salas de estar
A sala de estar é um espaço multiuso que serve como área de convívio familiar, sala de TV e local para recepcionar visitas. Por isso, é recomendável criar "cenas" através de circuitos independentes, acionados por interruptores comuns ou através de um sistema de automação, que disponibilizem ou não o controle da intensidade dos fachos através de dimmer. Por exemplo, para assistir a um filme, a "cena" mais adequada é a criada por luminárias de luz indireta e efeito amarelado, que proporcionam um clima aconchegante. Para atender a função social, porém, uma iluminação geral que distribua a luz uniformemente é essencial.

Pontuar objetos decorativos e cantos que merecem atenção é essencial para criar um efeito de luz e possibilitar cenas diversas. Assim, como o uso de abajures e luminárias de piso.

Rasgos no gesso com iluminação valorizam muito o projeto.

Arandelas na parede permitem brincar com a luz, formando fachos direcionados e criando um ambiente diferenciado.

Em salas de jantar
Já uma iluminação eficaz para a sala de jantar permite enxergar o que está sendo servido e visualizar aqueles que estão sentados. Por isso, de modo geral, sempre há uma luminária sobre a mesa de jantar. No entanto, é importante estar atento ao tamanho da peça, à distância entre o pendente ou lustre e a mesa e ao tipo de tampo.
A altura, a distância mínima entre a base inferior da luminária e o tampo da mesa é de 90 cm, para não atrapalhar a visão de quem está sentado.


Ambientes integrados
Nas casas e apartamentos com cozinha e salas integradas, invista em uma mesma linguagem visual por meio das luminárias e da temperatura de cor. Por exemplo, se escolher um pendente redondo para iluminar a mesa de jantar, use luminárias embutidas também de formato redondo na cozinha




0 comentários:

Postar um comentário